Publicado em Citações, Filosofia da Mente

A importância das leis psicofísicas

Voltemo-nos agora para a questão de por que não é possível haver leis psicofísicas, de por que “eventos mentais, tais como percepções, recordações, decisões e ações não se deixam capturar pela rede nomológica da teoria física” (Davidson no artigo “Mental Events”). As razões pelas quais leis psicofísicas são vistas como desejáveis, e, portanto, o porquê de a negação de sua possibilidade ser importante, são duas. Primeiro, tais leis nos possibilitariam explorar o preciso e avançado conhecimento que temos da teoria física no contexto do mental. Isso é particularmente claro se são consideradas questões tais como o tratamento de doenças mentais. Leis psicofísicas, caso existissem, bem poderiam abrir expectativas de tratamentos farmacológicos ou cirúrgicos precisos para depressão, esquizofrenia e semelhantes. Em segundo lugar, a existência de leis psicofísicas teria ramificações para o problema mente-corpo, o problema de dizer como mente e matéria se relacionam. (EVNINE, Simon (1991), Donald Davidson. Stanford University Press: Stanford, p. 17).

Livro:
Evnine, S. Donald Davidson: ver em Amazon.com.

Autor:

I'm a doctoral student in Philosophy at Federal University of Santa Maria, Brazil. My research focuses on the practical role of decisions on certain practical aspects of our lives, including responsibility and punishment. I'm also interested in assessing the impact of empirical studies on discussions about free will. More at: https://fischborn.wordpress.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s